O mundo por olhos tom de castanha #9













«Fotografar é uma maneira de ver o passado. Fotografar é uma forma de expressão, o "congelamento" de uma situação e seu espaço físico inserido na subjetividade de um realismo virtual. Fotografar é um modo de comunicar e informar. Seguindo o raciocínio, a linguagem visual fotográfica além de ser mais forte não é determinada por uma língua padrão, não precisando assim de uma tradução, uma vez que o diferem são as interpretações»


Com a velhinha Trust, de 3.3 megapixéis de resolução, há memórias que se eternizam. Das viagens e da família. Da paisagem que nos arrebata e quase nos deixa sem fôlego. Ainda éramos quatro por esta altura e os sorrisos que partilhamos neste dia (e em todos os outros) ficarão para sempre guardados em mim. São estes passeios ao domingo que me fazem falta, quando partíamos sem destino e nos perdíamos a olhar para o lado de fora do vidro, intercalando as cantorias com as conversas. Rio Douro acima, a vista é inconfundível e a beleza, então, nem se fala. Sabe bem viajar assim. E parar para observar o cruzeiro, outrora vazio, cheio de pessoas curiosas a contemplar o que têm em redor. A calma e a liberdade do momento transmite-nos paz. E é impossível ficarmos indiferentes. Tudo aquilo parece saído de um livro de histórias encantadas, com a vantagem de ser bem real. O nosso país é lindo, não é? Também acho que sim!

Vila Real. Cruzeiro pelo Douro.
Algures no ano de dois mil e nove. 

Comentários

  1. Gostei das fotos, e já fiz essa viagem quando era estagiário na Douro Acima. Paisagens lindas que se vê, fiquei maravilhado, beijinho :)

    ResponderEliminar
  2. Adorei a cor das fotos dessa camera, Tem um tom bem interessante.

    Bjos

    chuvadecamelias.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  3. r: sinto que mais pessoas me colocam de parte *.*

    ResponderEliminar
  4. Estas fotografias ficaram lindissimas, querida! Parabéns :)

    Sofia Pinto

    Morning Dreams

    ResponderEliminar
  5. Verdadeiras fotografias serão!
    de cruzeiros realizados no Rio Douro
    olhar para esse valioso tesouro
    não é preciso tradução.

    Dentro do peito, guardados,
    alguém junto do coração
    para agora serem recordados
    com saudades dos tempos que já lã vão!

    Boa quarta-feira, um beijo para você Andreia Morais,
    Eduardo,

    ResponderEliminar
  6. Oi Andreia,
    Parabéns por tudo o que você diz, seja através da palavra ou da fotografia!
    Lindo demais!
    =D

    ResponderEliminar
  7. r: é horrível isso, e depois quando falam comigo agem como se nada se tivesse passado. E isso é que ainda me enerva mais :s

    ResponderEliminar
  8. Tens muito jeito para a fotografia Andreia.

    R: obrigada minha querida. Isto vai passar, ja está a passar. Depois farei um post a explicar tudo melhor.

    ResponderEliminar
  9. Belas fotografias arrasou. Curta e siga o meu canal
    https://www.youtube.com/user/NekitaReis
    TSU: https://www.tsu.co/Nequeren

    ResponderEliminar
  10. Fotos lindas :)

    http://checkinonline.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Gosto tanto da 1ª foto


    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  12. Que fotografias tão giras :) Vila Real parece ser um local super giro! ;)

    ResponderEliminar
  13. r: começo a achar que sou asmática devido às vezes em que me vejo obrigada a respirar bem fundo xD eu não aguento, isto para mim faz-me confusão e mexe-me com o sistema nervoso! Para mim as atitudes deles não fazem sentido nenhum, mas nenhum mesmo! Enfim, não dá, comigo não funciona e passo-me todos os dias por causa destas atitudes.

    ResponderEliminar
  14. Que paisagem maravilhosa, adorei as fotos :)
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Tão lindo Andreia, gostava tanto de conhecer o Douro... Muito bonitas as fotos e para uma cãmara 3.3 megapixéis estão muito boas :P

    ResponderEliminar
  16. Bem me parecia que conhecia as primeiras imagens de algum lado. Vila Real :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário