Até quando?

By Andreia Morais - fevereiro 20, 2015


«A saudade é a memória do coração», Coelho Neto


E ali estavas tu, sentado numa mesa de dois lugares, mas decorada só para um. E do lado de fora da porta estava eu. De coração dividido. Hesitante - será que devo ou não entrar?

Vacilo, o orgulho vence e fico a ver-te comer sem apetite. Morro de saudades tuas, mesmo que não mereças o meu perdão. Não tinhas o direito de me colocar de parte. Afinal, quem é que não tem estofo para aguentar? Aparentemente és tu, porque ao mínimo contratempo preferiste rumar na direção oposta à minha. Podia ter sido tudo tão diferente. Podia estar neste momento à tua frente, a rir de mais algum disparate dos teus, feliz. No fundo, tu sabes que aquilo que mais me dói não é a separação em si - ainda que, naturalmente, seja dolorosa por si só -, mas sim o facto de nem sequer me teres dado uma hipótese de te mostrar que sou mais forte do que aquilo que julgas. Até quando é que vou sofrer por te amar, com a plena noção de que não mereces o meu amor?

  • Share:

You Might Also Like

26 comentários

  1. Adoreii , este texto chega ao coração sem sombra de dúvidas :)

    ResponderEliminar
  2. Tanto que sofremos por amor e ainda assim tanto que procuramos amar! O eterno ciclo que nos dá vida e que ao mesmo tempo nos mata!

    ResponderEliminar
  3. Bonito texto.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Bonito texto.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Profundo!

    R.: Obrigada pela atenção! Tu também serás sempre bem-vinda ao meu blogue! Fica bem :)

    ResponderEliminar
  6. Costuma-se dizer que a saudade é a prova de que valeu a pena... Se é verdade ou não, não sei, mas talvez seja, quem sabe?

    ResponderEliminar
  7. Quando não se merece perdão então por muito que custe não há perdão possível :D

    ResponderEliminar
  8. Como diz Camões "Ah o amor... que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê"

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  9. Humm a dificuldade do perdão e a dúvida de ele ser ou não o melhor caminho.

    ResponderEliminar
  10. r: acho que esta música transmite uma mensagem tão bonita :)
    nem mais querida

    ResponderEliminar
  11. Tão lindo, muito bom texto! :)
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. r: porque no fundo o significado que teve na altura continua marcado no nosso peito, apenas não faz mais sentido :)

    ResponderEliminar
  13. Essa frase é daquelas que de tão verdadeiras viram imposições de pensamentos.
    O tempo resolve tudo, acredita. E o destino, existindo ou não, faz com que a nossa vida corra pelos caminhos que nos são alheios.

    Um beijinhooo :)*

    http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  14. r: infelizmente, as pessoas não pensam como nós. Ou poucas pessoas pensam.

    Eu ainda não li os livros e quero mesmo ler. Quero mesmo muito.

    ResponderEliminar
  15. Inspirador e apaixonante!

    Um beijinho,
    http://thedailydreamergirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. r: oh que se lixe. irei fazer de tudo para os ter. quero mesmo muito, acredita!

    Em relação ao teu post. Quando se sente saudades, é sinal que valeu a pena, não é verdade? O amor é mesmo assim, sofremos sofremos mas acabamos por o procurar outra vez, mesmo que tenhamos noção que vamos sofrer novamente. É um ciclo ao qual não temos como fugir de todo!

    ResponderEliminar
  17. Achei o mesmo e até fiquei com vontade de casar! ahahah :p
    Nomeei-te para uma TAG espero que respondas <3

    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  18. Opah adorei o texto revi - me um pouquinho nestas tuas palavras, mas o amor têm destas coisas.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar