O que li por aí #19

By Andreia Morais - março 16, 2015


«O orgulho é o grande inimigo da paz. Quantas vezes não reprimimos uma mensagem, um telefonema, um gesto, por não querer dar o braço a torcer? Citando Camus, abençoados os corações que se vergam, pois nunca serão partidos. Um coração magoado pode recuperar as forças com um pouco de paz», Margarida Rebelo Pinto (aqui)

  • Share:

You Might Also Like

27 comentários

  1. É bem verdade, e muitas vezes é tarde de mais quando se quer dar o braço a torcer.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. É bem verdade, e muitas vezes é tarde de mais quando se quer dar o braço a torcer.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. great blog, very inspiring
    lets follow each other! just let me know and I will follow back :)

    - www.angelaah91.blogspot.nl

    ResponderEliminar
  4. O orgulho é um mal que a cada dia entra nos corações das pessoas, o orgulho não leva a lugar nenhum, Andreia beijos.
    Blog /Fan Page / TSU/

    ResponderEliminar
  5. Eu ADORO essa senhora - Ok, se calhar não gosto dela, mas gosto das obras dela que, ao fim ao cabo, é o que realmente importa. É a minha escritora portuguesa preferida :D

    ResponderEliminar
  6. Bom dia minha querida! :)

    Sim, confesso que já fiz parte da lista dos orgulhosos onde pensava "não falas, também não falo.", mas com a maturidade tudo passa e mais vale deixarmos de ser orgulhosos e lançarmo-nos. Isto é como o jogo, só quem não joga ..não ganha! :)

    xoxo, Sofia Pinto
    Morning Dreams

    ResponderEliminar
  7. Ora aí está uma frase com muito sentido. Não sou fã da autora, já li muitas coisas dela mas, para mim perdeu a graça, mas esta frase foi uma boa inspiração

    ResponderEliminar
  8. verdade eu não sou orgulhosa e muitas vezes dou o braço a torcer sem ter a culpa :D
    uma óptima semana :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Querida, desculpa o excesso de perguntas mas do aeroporto aos aliados também é direto não é?

    Obrigada

    ResponderEliminar
  10. Não gosto nada da Margarida Rebelo Pinto, mas há que dar o braço a torcer. Ela tem toda a razão nessa frase.

    r: nada que agradecer, giveaway é giveaway. Espero que tenhas gostado :)

    ResponderEliminar
  11. Simple but cute! <3

    Love always,
    www.loyaltofashion.com

    ResponderEliminar
  12. r: Eu também acho que siim :) Vai ser muito bom. Oh pronto, já não será assim tão fácil.
    Por incrivel que pareça acho o metro de Lisboa super simples e vou para todo o lado mas o do Porto, acho complicado. Talvez por eu ser de Lisboa e nunca ter andado aí de metro. Se calhar até é super simples :)
    Vocês aí também têm metro com regularidade? Aqui passa de 5 em 5 minutos, aí também é mais ou menos assim? :)

    ResponderEliminar
  13. Ora nem mais... o orgulho na maior parte das vezes não é um aliado, é um inimigo :)

    http://checkinonline.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Bem verdadeiras essas palavras. Considero-me um pouco orgulhosa. Tenho essa consciência. Mas no final acaba por fazer mal a mim, que penso demasiado nas coisas! :)
    (gostei muito do blog..parabéns)

    ResponderEliminar
  15. É bem verdade :)

    http://iminthemoodforblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Tão verdade :) Quando tempos um mensagem já elabora e depois decidimos não vale a pena enviar não vou obter resposta, ou perdemos o orgulho e enviamos ou ligamos.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Obrigado eu *.* Fico feliz por teres gostado :3
    Este excerto levou-me tão longe e a repensar tantas coisas!!! Meu Deus!

    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  18. Um dos meus grandes defeitos: sou muito orgulhosa... ando a tentar remediar ;)

    Beijo

    ResponderEliminar
  19. Tenho de concordar completamente com este pequeno texto!

    ResponderEliminar
  20. Depende da perspectiva e de outros sentimentos. O orgulho é um sentimento bom desde que usado quanto baste.É tão bom sentir orgulho de nós próprios, das caminhadas que proporcionamos aos outros, das decisões tomadas. Só com uma dose de orgulho naquilo que fazemos é que mudamos de sentimentos em relação às pessoas. O orgulho anda de mão dada com o amor-peóprio, com a estima.
    Esta é a maneira que tenho de ver o orgulho...
    Mas há outro orgulho, o que anda de mao dada com a maldade, com a vingança...
    Kiskis, minha poeta com o coração nas maos

    ResponderEliminar