Embalo

By Andreia Morais - julho 30, 2016

Imagem retirada do google

«No fundo ela nunca passará de uma caixinha de música meio desafinada»
Clarice Lispector


São fases
São luas
São estrelas
São notas musicais
Em suspenso

Um carrossel que gira
E uma música que embala
E uma letra sem encanto
Com o meu coração
Em desalinho

São pedaços encantados
Sem encanto
Redundantes
Que me afagam a saudade

- E a caixinha de música continua em movimento, enquanto me deixo embalar em mais um sonho de que nunca me chegarei a lembrar...

  • Share:

You Might Also Like

12 comentários

  1. Magnífico!

    Adorei! Adorei! Adorei! :D

    Mil beijinhos querida!

    ResponderEliminar
  2. Nem sempre lembramos o que sonhamos.
    Bom fim de semana Andreia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Nem sempre lembramos o que sonhamos.
    Bom fim de semana Andreia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Isto é maravilhoso de se ler, mas muito difícil, acredito, de sentir. Fica o beijinho ;)

    ResponderEliminar
  5. mesmo que a gente não se lembre, nunca devemos deixar de sonhar!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Gostei imenso das tuas palavras a propósito da caixinha de música.
    E percebi que, afinal, tens uma costela bem poética...
    Andreia, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. Palavras belíssimas! Gostei bastante do poema e desta frase da Clarice ☺
    isamateur.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Não me canso de dizer que escreves maravilhosamente :)
    http://bloguedacatia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Adorei esta tua melodia
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar