Reciprocidade

Imagem retirada do google

Não se trata de correr atrás, mas de caminhar lado a lado. Nessa base de reciprocidade flexível, sem exigir que se seja na mesma escala: de cedência, de compreensão. Desde que se entenda que aquilo que uma pessoa dá de si pode não ser igual ao que recebe, porque a disposição emocional nunca é a mesma, mas que o amor, a entrega e o compromisso estão em perfeita sintonia. Isto não é uma competição. Nem um jogo de troca direta, em que hoje cedo eu e amanhã cedes tu. É um percurso em que as duas partes se descobrem. E aprendem a arte de partilhar, de saber ouvir e de agir por vontade e não por obrigação. Porque encontram o seu ponto de equilíbrio. E uma base que lhes permite ser sem filtros. 



P.S. Passem pela página de facebook do blogue. 
Gostava de saber a vossa opinião sobre a pergunta da publicação marcada.

You Might Also Like

22 comentários

  1. E e tão bom senti-la :) Por mais pessoas a exerce-lá :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk

    ResponderEliminar
  2. Estou de acordo tudo é melhor numa partilha saudável e sem interesses e caminhar lado a lado.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  3. "Desde que se entenda que aquilo que uma pessoa dá de si pode não ser igual ao que recebe, porque a disposição emocional nunca é a mesma, mas que o amor, a entrega e o compromisso estão em perfeita sintonia."
    Tão verdade!! Gostei muito do que li.

    Convido-te a conhecer o meu canal; caso já conheças está aqui o meu último vídeo: MELHORES MOMENTOS NO AQUASHOW (ALGARVE):
    https://youtu.be/wym7zUuHbKg

    ResponderEliminar
  4. Não diria melhor, é isso mesmo! =)
    Quanto à pergunta no facebook, eu não tenho Instagram, mas gosto sempre de espreitar as imagens =)
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  5. Partilhar é muito bom, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  6. reciprocidade é algo muito bom, pena que nem sempre esteja presente nas relações.

    ResponderEliminar
  7. As suas palavras escritas,
    parece que bem eu as entendi
    você escreve frases tão bonitas
    que, sempre me fazem voltar aqui!

    Tenha um excelente dia amiga Andreia, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  8. Resta-me dizer que este texto é simplesmente o Amor.

    Adorei a simplicidade e frontalidade.

    Beijinhos! :*

    ResponderEliminar
  9. É isso mesmo. É muito simples, nós temos a mania de complicar.

    ResponderEliminar
  10. Gosteiii!!
    Mil beijinhos
    https://kika--maria.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Andreia que lindo concordo plenamente com o texto, caminhar lado a lado sempre é assim que as coisas funcionam, Andreia bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  12. O equilíbrio é mesmo o segredo da reciprocidade.
    Excelente texto, gostei imenso.
    Bom resto de semana, amiga Andreia.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  13. Que maravilha, como sempre.
    «Isto não é uma competição. Nem um jogo de troca direta, em que hoje cedo eu e amanhã cedes tu.»
    Basta como tu dizes que se caminhe lado a lado e que seja recíproco, sem datas nem obrigações.

    ResponderEliminar
  14. Reciprocidade é algo mesmo muito bom!
    Adorei o texto

    Beijinhos
    That Girl | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER

    ResponderEliminar
  15. Palmas para este texto!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    ResponderEliminar
  16. Gostei bastante do que li. Isto é amor, caminhar lado a lado, sem exigências...

    ResponderEliminar
  17. R: Antes de mais, parabéns por teres concluído o mestrado no que realmente te apaixona :)
    E sim, eu também acho que algumas pessoas não o fazem por mal e não me chateio se me perguntam do que se trata o curso, em que consiste o nosso trabalho, até porque não é tão conhecido como isso. Chateia-me quando desvalorizam tal como dizes, quando nem querem saber da nossa explicação e nos encaixam noutro emprego qualquer. Normalmente é "tipo fisioterapia" ou "tipo terapia ocupacional".
    E até me rio quando dizes: vou ser psicomotricista. E as pessoas perguntam "psico quê?" "psicomotorista?"(risos).
    Mas pronto, o que importa é que estou a adorar o curso, era uma coisa que já há muito pensava e ao fim de um ano de licenciatura só me tem vindo a surpreender e a sentir que é mesmo isto que quero :)

    ResponderEliminar